12 de dez de 2011

Escondidinho de carne de sol

Escondidinho é o nome dado a este magnífico prato que bem podia ser chamado de suflê ou outro sofisticado, mas como o recheio fica coberto pela massa cremosa de mandioca ou macaxeira (no sul é aipim), recebe o nome de 'escondidinho'. 
O recheio pode ser bem variado: de camarão, peixe, frutos do mar, carnes, aves e o que mais a imaginação permitir.
É um prato muito comum aqui no Rio Grande do Norte e em todo o Nordeste brasileiro.
Esta receita é de carne de sol e carne de charque com um toque de bacon, veja como é fácil fazer:


Ingredientes: 
Massa de mandioca: 
1 kg de mandioca cozida em água
1 copo americano de leite (200 ml)
1 caixinha pequena de creme de leite
1 cebola pequena
2 dentes de alho
3 colheres (sopa) de azeite de oliva
sal a gosto
Recheio:
250 g de carne de sol cozida e desfiada
100 g de charque magro cozido e desfiado
100 g de bacon
1 cebola
2 dentes de alho
2 tomates maduros
meia xícara (chá) de azeite de oliva
1 colher (café) de cominho em pó
1 colher (chá) de orégano
1 folha de louro
1 pimenta vermelha pequena
sal e pimenta-do-reino a gosto
3 colheres (sopa) de salsa e cebolinha
150 g de mussarela em fatias


Modo de Fazer:


Cozinhe a mandioca até ficar macia (eu uso a panela de pressão).
Retire o fio central e amasse-a com um garfo, ainda quente, ou bata no processador, com o leite e o creme de leite. Junte essa mistura a um refogado feito com o azeite, cebola, alho e tempere com sal, misturando muito bem. Reserve.
Leve ao fogo, numa panela, o bacon bem picado e o azeite e deixe dourar. Acrescente a cebola e alho bem picadinhos, deixe murchar um pouco e junte os tomates picados, a carne de sol e o charque, lembrando que devem ser demolhados antes de serem cozidos. Adicione os demais temperos, verificando o sal e a pimenta. Por último acrescente a salsa e cebolinha picadas.



Montagem: 
Num refratário untado com azeite, coloque só um pouco da massa de mandioca e espalhe por todo o fundo. Por cima coloque o refogado de carne, acomodando por todo o refratário. 


Cubra com a massa de mandioca restante e espalhe por cima fatias de mussarela.



 Leve ao forno pré-aquecido a 200ºC até que fique gratinado, bem dourado.
Sirva com uma salada de folhas e arroz branco.

Bom apetite!


3 de dez de 2011

Bolo de cenoura com cobertura de chocolate

O bolo de cenoura é muito apreciado quando combinado com chocolate, parece que nasceram um para o outro. 
Apenas uma simples cobertura faz a diferença.
A receita é simples e rápida.

Ingredientes:
4 ovos 
2 cenouras grandes (400 g)
2 copos americanos de açúcar
1 copo americano de óleo de boa qualidade
3 copos americanos de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento químico em pó
Calda:
1 xícara (chá) de leite frio
4 colheres (sopa) de cacau em pó 50% (não use achocolatado)
1 xícara (chá) de açúcar
1 colher (sobremesa) de amido de milho
1 colher (sopa) rasa de margarina ou manteiga
1 colher (chá) rasa de essência de rum

Modo de Fazer
Lave bem as cenouras, raspe-as, corte-as em pedaços e bata no processador ou liquidificador, junto com o óleo e os ovos inteiros.
Se preferir, pode ralar a cenoura antes, no ralo fino.
Junte o açúcar e bata mais um pouco. Junte a farinha de trigo, bata até misturar bem. Adicione o fermento em pó e misture apenas o suficiente.
Despeje a massa numa forma retangular untada com margarina e polvilhada com farinha de trigo.
Leve ao forno pré-aquecido a 180º, por pelo menos 30 minutos ou até que enfiando um palito, este saia seco.


O passo seguinte para fazer a cobertura:
Numa panela, leve ao fogo o leite, o açúcar, o amido de milho, o cacau e a margarina, mexendo sempre até ferver, o ponto é ligeiramente cremoso. Adicione então, só no final, a essência de rum. Misture e aplique sobre o bolo ainda quente, acabado de sair do forno.
Espere esfriar e sirva!



Está pronto, agora um café forte com leite para o lanche da tarde, é a pedida. Bom apetite!

29 de nov de 2011

Pampo assado

 Peixe Pampo ao forno 


O Pampo é um peixe de pesca de linha na rebentação próximo a praias ou pedras e recifes, também chamado de palmeta e peixe porco em Portugal, muito apreciado nos Açores e também encontrado aqui no Rio Grande do Norte.
Por ser um peixe brigador, é muito apreciado também na pesca esportiva.
Peixe de sabor excelente e carne muito firme, figura como um dos melhores entre os pescadores. 
Ficou muito bom assado com batatas, pode ser substituído por Pargo, ou outro de carne branca e firme. 


Vamos à receita, para duas pessoas: 
Ingredientes: 
Um Pampo de aproximadamente 1 kg
Caldo de um limão
2 tomates
1 cebola
2 dentes de alho
4 batatas
2 pimentas vermelhas
coentros a gosto
azeitonas 
azeite de oliva extra-virgem
sal e pimenta-do-reino a gosto




Limpar e retirar as espinhas dorsais e barbatanas do peixe.
Fazer cortes enviesados somente no couro,




Rechear com os tomates despelados, alho, cebola, coentro e pimentão picados e prender com palitos perfurando o couro com a ponta de uma faca.



Arrumar numa assadeira com as batatas pré-cozidas em água e sal, os pimentões, a cebola cortada em rodelas, o alho, azeitonas, as pimentas e regar com azeite extra-virgem (de preferência português).

Assar em forno quente por 15 minutos, após isso salpique os coentros picados e sirva com um bom vinho português.



Bom apetite!

22 de nov de 2011

Linguado ao forno com leite de coco

Linguado, mais conhecido no RN por "soia", desprezado pelos pescadores de camarão que os devolvem ao mar quando vêm na rede. Compramos por 5 reais o quilo inteiro e meu marido limpa e tira os filés.



Acabaram de chegar, fresquinhos! 


Dá trabalho tirar os filés, mas compensa. Com uma faca bem afiada vai cortando nas laterais rente às espinhas até contornar a cabeça, depois tirar a pele com a faca apoiada numa tábua com cuidado.

Receita: Linguado ao Forno

Para o tempero do peixe:
1 kg de filés de linguado
caldo de 1 limão
2 dentes de alho 
sal e pimenta-do-reino quanto baste
1 pedacinho de gengibre 
1 colher (sopa) de coentro 


Deixar os filés marinando nesse tempero por meia hora, em vasilha coberta, na geladeira.


Para o molho:
3 colheres (sopa) de azeite de oliva (de preferência português...rs)
1 cebola grande 
2 dentes de alho 
2 tomates maduros sem sementes 
meio pimentão verde 
100 ml de leite de coco
100 ml de água
1 colher (chá) de sal
meia xícara (chá) de cebolinha
meia xícara (chá) de coentro

Modo de Fazer:
Fazer um refogado com todos os ingredientes do molho, pondo primeiro o alho e a cebola para dourar no azeite, juntar os tomates e o pimentão, tudo bem picadinho, após murchar um pouco junte os ingredientes restantes.
Tampe a panela e deixe ferver por 5 minutos. 
Disponha os filés de linguado num refratário untado com azeite de oliva e cubra com o molho. Salpique coentro picado e leve ao forno quente (200ºC) por 20 minutos.


















Sirva com arroz e purê de batatas a gosto.
Acompanhe com um bom vinho verde branco e bom apetite!

20 de nov de 2011

Torta de frango com requeijão

Esta receita de torta de frango minha mãe fazia desde que me conheço por gente. Era sucesso garantido nas festinhas em casa ou no colégio. A massa fica muito macia e o recheio com frango e requeijão proporciona a umidade ideal.
Pode-se também utilizar forminhas de empadinhas, procedendo da mesma maneira, ficam lindas e práticas para festas.

Ingredientes:
Para cozinhar o frango 
1 peito de frango de aproximadamente 500 g
3 colheres (sopa) de azeite de oliva
2 dentes de alho
1 folha de louro
1 colher (chá) de orégano
1 colher (sopa) rasa de colorau
sal e pimenta-do-reino a gosto
3 xícaras (chá) de água
Para o refogado
3 colheres (sopa) de azeite de oliva
2 dentes de alho
1 cebola
2 tomates sem pele nem sementes
1 pimentão verde pequeno
1 pimenta dedo de moça
2 pimentas de cheiro
1 xícara (chá) de ervilhas ou milho verde, ou os dois
150 g de azeitonas verdes sem caroços
meia xícara (chá) de salsa e cebolinha
1 colher (chá) de orégano
sal e pimenta-do-reino a gosto
1 copo de requeijão cremoso ou catupiry (200g)
Para a massa
3 ovos inteiros
200 ml de leite frio
180 ml de óleo
1 colher (chá) rasa de sal
30 g de maisena
250 g de farinha de trigo
20 g de fermento químico em pó (uma colher de sopa rasa)

Leve ao fogo, numa panela de pressão, o azeite e o alho picado e refogue ligeiramente. Junte o frango cortado em pedaços, tempere com sal e pimenta-do-reino a gosto, uma folha de louro, orégano e o colorau. Junte a água, tampe a panela e deixe cozinhar por 20 minutos. Após esse tempo, resfrie a panela, retire o frango, desfie e reserve.


Numa caçarola, leve ao fogo o azeite com o alho e a cebola picados, deixando murchar, coloque então os tomates e pimentão picados, mexendo e temperando com o orégano e as pimentas bem picadas.




Junte o frango reservado, adicione a folha de louro, as ervilhas e/ou milho verde, as azeitonas picadas, junte meia xícara do caldo em que foi cozido o frango e misture bem. 
. Verifique o sal e pimenta-do-reino e deixe refogar alguns minutos. Junte a salsa e a cebolinha picadas, tampe e reserve.

Para a massa, bata no liquidificador ou processador os ingredientes líquidos primeiro, ovos, leite e óleo. Junte o sal, a maisena e a farinha de trigo. Bata mais um pouco. Junte o fermento em pó somente no final e bata apenas o suficiente para misturar.
Em uma assadeira ou refratário untado com margarina e enfarinhado, despeje metade da massa, disponha todo o recheio, espalhe o requeijão cremoso ou catupiry por cima e depois coloque a massa restante, alisando com espátula.
Leve ao forno pré-aquecido a 200ºC, por cerca de 30 minutos ou até ficar crescida e dourada.
Sirva de preferência quente ou morna.



Bom apetite! 

17 de nov de 2011

Receitas vegetarianas

Receitas vegetarianas são pouco difundidas, no entanto, sabendo que muita gente está aderindo à alimentação natural vegetariana e vegana, dou a minha contribuição com esta receita que experimentei e ficou deliciosa.

Moqueca de caju 

Esta receita muito conhecida no Nordeste, foi desenvolvida pesquisando, testando, redimensionando temperos e ingredientes. 
O certo é que parece mesmo com a textura de uma carne ou peixe, com um bom sabor e aroma. 

Você vai precisar de:
10 Cajus 
meia xícara (chá) de azeite de oliva 
(de preferência português)
1 cebola
2 dentes de alho
2 tomates sem pele e sem sementes
1 pimentão verde
1 pimenta dedo de moça
2 pimentas de cheiro
1 folha de louro
2 colheres (sopa) de azeite de dendê
2 colheres (sopa) de coentro picado
1 colher (sobremesa) de colorau 
Sal e pimenta do reino a gosto
200 ml de água
100 ml de leite de coco fresco



Separe todos os ingredientes e mãos à obra!


Dica: retire as castanhas com um fio de nylon enrolando e puxando. Assim não danifica a fruta.


Fure os cajus com um garfo de inox, do lado da castanha.
Esprema todo o suco e aproveite-o para beber gelado. 
Afervente os cajus e escorra-os.




Numa panela, refogue no azeite a cebola e o alho picados.
Junte os tomates picados, o pimentão em tiras e os cajus cortados em rodelas de mais ou menos meio centímetro.



Acrescente a água e os demais temperos. 
Tampe e deixe cozinhar por cerca de 15 minutos.




 Coloque numa travessa e cubra com coentro picado e
sirva com arroz branco.



Bom apetite!

6 de nov de 2011

Creme lácteo - Ideal para compotas

           Receitas de complementos para compotas e geléias


Creme lácteo - Ideal para compotas

Ingredientes: 
1 litro de leite frio
5 colheres (sopa) de maisena
1 lata de leite condensado
1 lata de creme de leite
1 colher (sopa) de manteiga ou margarina
2 gemas peneiradas
gotas de essência de baunilha a gosto

Modo de Fazer:
Misture muito bem, numa panela, o leite, leite condensado, a maisena, a manteiga ou margarina e as gemas. Leve ao fogo brando mexendo sem parar até engrossar. Ferva por um minuto. Retire do fogo e junte o creme de leite e a essência de baunilha. Bata vigorosamente até esfriar, pode utilizar uma batedeira portátil ou mixer ou ainda um fouet.
É necessário bater até esfriar, para não formar película.
Para guardar na geladeira, é necessário cobrir com filme plástico, de preferência rente ao creme.
Servir gelado, como acompanhamento de geléias ou compotas de frutas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

adSense